Como criar uma rotina para o filhote

Anúncios

Quando você adquire um novo filhote, é natural querer simplesmente sair com eles, brincar e acariciar o dia todo. Infelizmente, há uma série de coisas que você precisa fazer nos primeiros dias e semanas para garantir que seu novo filhote permaneça saudável e para estabelecer bons padrões de comportamento. Fique tranquila, pois o trabalho que você fizer agora será dez vezes maior no longo prazo. Quando seu cão adulto é equilibrado, bem-comportado e causa inveja de todos os seus vizinhos líderes de matilha, você ficará feliz por ter cuidado bem dele desde o início.

Criando uma rotina

Uma das coisas mais importantes que você precisa fazer pelo seu cachorro logo de cara é estabelecer uma rotina. Embora seja difícil inicialmente para você decidir sobre uma rotina que funcione para você, sua família e seu cachorro, não espere muito para descobrir.

Aqui estão algumas das coisas mais importantes que você deve ter em mente:

1 – Alimentação

Seu novo cachorro está fazendo o seu melhor para se tornar um cão adulto. Mas, para fazer isso, ele precisará comer com mais frequência do que um adulto. Geralmente você pode alimentar cães adultos duas vezes ao dia, mas os filhotes precisam ser alimentados pelo menos três vezes ao dia como as pessoas. Parece muito trabalho? Bem, a boa notícia é que você pode planejar as refeições do seu filhote mais ou menos em torno das suas. Os melhores horários para alimentá-lo são por volta das 7 da manhã, ao meio-dia e novamente às 6 e se quiser outra antes de você dormir. Você deve seguir este cronograma durante os primeiros 12 meses de vida do seu filhote. Então, você pode mudar para as refeições duas vezes ao dia, a menos que seu veterinário recomende continuar com as refeições mais frequentes.
Estabelecer uma rotina para os horários das refeições é especialmente importante. Com um cronograma de alimentação definido, seu filhote aprenderá quando esperar comida e terá menos probabilidade de mendigar entre as refeições designadas.

2 – Hora do pipi

A menos que você queira ter uma grande bagunça em sua casa, você precisa ter certeza de que está dando a seu filhote “tempo de penico” a cada 2-4 horas. Mais do que isso e ele simplesmente não será capaz de segurá-lo. Definir um horário (e local) para esta atividade também ajuda a ensinar que isso não é apenas algo que ele pode fazer quando e onde quiser.

3 – Treinamento de palavras-chave

Filhotes muito jovens não podem entrar em qualquer tipo de aula de treinamento formal imediatamente, mas isso não significa que você não deva ensinar a ele algumas noções básicas todos os dias. Uma coisa que todo filhote pode começar a aprender: palavras-chave. Comece com palavras importantes como “bom”, “ruim” e “não”. Mantenha essas palavras simples e seja consistente com as que usar. Seu cão precisa se acostumar a ouvir as mesmas palavras para associar os mesmos significados a elas todas as vezes.

4 – Exercícios e brincadeiras

Começando a achar que nunca vai se divertir com seu novo cachorrinho? Bem, você pode relaxar, porque também é importante reservar tempo para exercícios e diversão em sua rotina. Idealmente, você deseja começar o dia do seu filhote com exercícios antes que ele faça sua primeira refeição. Depois do café da manhã, experimente uma caminhada (se ele for muito novo para sair, você pode fazer isso pela casa), seguido por um pouco de união ou tempo para brincar. Você vai repetir essa rotina geral ao longo de cada dia. Exercício, refeição, exercício, vínculo, refeição e assim por diante.

Ao criar uma boa rotina para o seu filhote e começar aos poucos com tarefas como horários de alimentação, potes, palavras-chave ensinadas e exercícios e brincadeiras, você não só evitará inúmeras dores de cabeça no futuro, como também garantirá que seu novo pacote de alegria cresça até ser o melhor que pode ser.

Tem um filhotinho em casa?

Sem dúvida a melhor idade para você começar a adestrar o seu companheiro e amigo fiel é quando ainda é filhote, assim você evitará aborrecimentos , estresse para você, sua família e é claro para o seu filhotinho. Nem sempre é fácil pois eles quando pequenos tem comportamentos como latidos em excesso, mordidas, alguns sinais de agressividade, xixi e cocô pela casa toda, choros excessivos e sem falar que alguns podem até chegar a comer as fezes, que se não são resolvidos podem ficar como um hábito para eles, mas fique tranquila que para te ajudar a acabar com qualquer desses problemas de uma vez por todas sem estresse e brigas o Dr. Fernando Prado e eu criamos a Escola de filhote, aonde você vai aprender a entender como funciona o mente do seu filhote, educa-lo e cuidar melhor da saúde, higiene e alimentação!

Clique no botão abaixo e faça parte da Escola de filhote, você vai ver mudanças incríveis no seu amado filho de quatro patas

Não esquece de seguir nossas redes sociais, se inscrever no canal de Youtube e assinar o blog ficar por dentro de todas as dicas e novidades

Anúncios

Deixe uma resposta