O Shih Tzu e a mudança de temperamento, o que fazer?

Anúncios

Você é mamãe ou papai de um Shih Tzu e do “nada” ele mudou, pode ser que ele tenha ficado agressivo, desobediente, começou a fazer coisas que não fazia antes como xixi e coco no lugar errado, morder coisas, saiba que isso é algo que pode acontecer.

Quando os nossos cachorrinhos chegam as nossas vidas o temperamento deles é diferente conforme eles vão crescendo vão passando por diferentes etapas na que o temperamento dele pode mudar. Por isso é muito importante que sabia quais são para assim saber como agir.

O Shih Tzu é uma raça nobre, algumas vezes se traduz em arrogância e insolência, é independente, brincalhão, curioso e sempre tentará ter a sua vontade atendida, por isso é importante que você comece a educar o seu Shih Tzu assim que chegar em casa. Ele gosta de ficar perto dos donos e ser mimado, mas também gosta de desfrutar de certa liberdade e ter o seu espaço.

Muitos se não quase todos os cachorrinhos quando filhotes são brincalhões, gostam de dormir, morder TUDO, fazer xixi e cocô na casa toda, podem chegar até a ter um temperamento meio que forte, mas vocês tem que saber que TUDO depende de nós donos! Eles são os nossos filhos sim, mas não podemos esquecer que ao final é um animalzinho que não entende de razões, e que se eles não tem um guia (líder) vão fazer o que eles quiserem sempre!

São vários os fatores que influenciam no temperamento dos cachorros:  Como são seus pais, avós, sua linhagem, os cuidados do canil ou criador com os filhotes e etc. Mas sem dúvida depende muito também da educação que você der em casa! Educar um cachorro não é fácil pois precisamos ter muita paciência, força de vontade, perseverança e saber repreender na hora certa (não adianta você gritar com o cachorro quando ele faz algo errado se você não pegou ele no flagra).

Como falei acima conhecer os períodos de desenvolvimento emocional do seu melhor amigo é muito importante, pois com essa informação você pode evitar futuros problemas de comportamento, saber o que fazer quando eles ficam rebeldes, quando é o momento ideal para pegar o filhotinho etc…

Os cachorros sentem como todos nós, eles também ficam deprimidos, felizes, tristes etc. agora você vai conseguir compreender e conhecer o seu filho pet!

Períodos de desenvolvimento emocional:

Período neo-natal: do nascimento até os 12 dias de vida– É nesse período que o cachorrinho precisa e depende só da mãe, nessa idade o cachorrinho não vê e ouve, depende da mãe para controlar a temperatura do seu corpo, precisa de estimulação física para fazer xixi e defecar, nessa etapa o cão já sente o cheiro da mãe. Eles dormem 90% do tempo.

Período de transição: de 13 a 20 dias de vida- Nesta etapa o cachorrinho começa a ter mudanças físicas, começa a abrir os olhos e tentar caminhar engatilhando,  por volta dos 20 dias começam a sair os primeiros dentinhos.  Começa a defecar sozinho e inicia a ingestão de líquidos (lambendo).

Período de reconhecimento: de 21 a 28 dias de vida- Nesta etapa ele precisa muito da mãe e irmãozinhos para se sentir seguro, é muito importante que ele viva em um lugar calmo e estável. Só agora ele começa a usar o seus sentidos de visão e audição. Brinca e morde os irmãos. Reconhece movimentos e objetos.

Período de socialização canina: de 21 a 49 dias de vida- É nesta etapa onde o cachorro aprende a ser cachorro, também aprendem noções de higiene, respeito á hierarquia e a ser disciplinado. Fase de explorações, jogos e atividades grupais, aprende o jogo dominante x dominado.  É muito importante não tirar o filhote da ninhada antes de 7 semanas de vida, pois pode prejudicar o desenvolvimento emocional do cão.

Período de socialização com humanos de 7 a 12 semanas de vida: Este é o melhor período para se juntar á sua nova família, Esta também é a melhor época para familiarizar o cão com coisas novas, cidade, automóveis, crianças, a nova casa, barulho, idosos, sons etc… Nesta etapa tudo o aprendido ficara para sempre.

Primeiro período do medo de 8 a 11 semanas de vida: Neste período temos que ter extremo cuidado já que qualquer situação traumática ou dolorosa vai ter um grande impacto na vida do cachorro. Essa etapa é muito importante nesse momento as situações devem ser apresentadas com cautela para evitar futuros traumas. Qualquer impacto negativo vai ser mais duradouro do que em qualquer outra fase do animal.

Período de rebelde sem causa: de 13 a 16 semanas de vida: Nessa etapa o cachorro vai provar a paciência dos donos, vai tentar impor a sua vontade, dominar, fazer xixi e coco na casa toda, morde tudo, tentar te morder, mesmo que pareça brincadeira. É a melhor etapa para mostrar ao cachorro quem é o líder da matilha e treinar ele. Se você não mostrar nesta etapa quem e o líder com certeza vai ter problemas no futuro, lembre-se que cachorro é um espelho de você e o cachorro vai fazer o que a gente permitir ele fazer. Ele vai testar você para ver quem será o líder da matilha.

Período da surdez seletiva: de 4 a 8 meses- Eles ouvem quando querem, fazem caso ao dono quando querem. Etapa perfeita para ensinar o cachorro a vir quando for chamado. A surdez seletiva pode durar de poucos dias a várias semanas. É muito importante que os donos saibam como reagir nesta etapa  para evitar que seu cachorro se torne um eterno fujão.

Anúncios

Segundo período do medo: de 6 a 14 meses- O cachorro começa a ficar com medo das coisas ou pessoas, podem ser até conhecidas mesmo, é muito importante não forçar o cão nestas situações e nem tentar consolá-los, o melhor e deixar resolver sozinho porque não há motivo de medo. Um bom treinamento o ajuda a construir autoconfiança.  O Thomas esta nesta etapa, a gente ajuda muito ele uma das coisas que ajuda ao cachorro a ter autoconfiança e subir e  descer escadas.

Maturidade: de 1 a 4 anos de vida (varia entre as raças)- Neste período o cão pode  ter um aumento de agressividade e vai testar de novo a autoridade do líder. Também chegam à maturidade sexual que ocorre entre os 1,5 e 3 anos sendo que raças pequenas tendem a amadurecer mais cedo do que os cães gigantes. O aumento de agressividade não é necessariamente uma coisa negativa.

Velhice: a partir de 7 anos: Vários cuidados especiais são necessários nessa fase de vida. É bom estar sempre preparado par dedicar atenção especial y cuidados especiais ao seu amigo.

O Thomas desde pequeno foi um cachorro que gostou de ter o espaço dele, muito medroso (demais), já comentei com vocês antes, que quando eu fui ao canil escolher o filhotinho, eu escolhi ele pois ele era o único que estava mais afastado de todos os outros filhotes.

O Thomas era um cachorro medroso , ele não dá confiança para ninguém, tem que passar uns minutos para ele se adaptar com a pessoa, seja conhecida ou desconhecida (ao contrário da Jahmila que até se emociona quando vê alguém, seja conhecido ou não!). O Thomas é muito carinhoso, obediente, ao inicio gostava de roer tudo sim, mas ele parou porque a gente ensinou ele a não roer certas coisas que não podia e começou a roer só os seus brinquedos! Quando era filhote sua rotina era só brincar, comer e dormir.

Se vocês querem que o seu cachorro seja um cachorro calmo, obediente, amoroso, tranquilo, vocês tem que começar a passar isso para o cachorro, mostrar quem é o líder (não em termos de força física mas força de liderança mesmo, ganhar o respeito do animal), e ter muita paciência para conhecer bem o seu cachorro, é muito importante que você observe o seu cachorro sempre, em tudo que ele estiver fazendo e a forma que ele fizer. Isso ajudará você a mudar as coisas erradas que o seu cachorro faz e que você não gosta e muitas vezes não entende porque ele faz ou continua fazendo essas coisas.

E o mais importante, não esquecer que ao final ele é um cachorro e não um humano, são tratados como os nossos filhos sim, mas eles precisam se sentir como cachorros e não pessoas, por isso tratá-los como humanos pode alterar o comportamento deles e fazer com que eles fiquem frustrados e confusos! Eles são cães e logo gostam de fazer coisas de cães! O que para nós humanos é algo sujo para eles é normal, faz parte da sua natureza. Amar e mimar eles é primordial, mas deixar eles serem um cão é muito importante também pois assim ele vai se sentir muito feliz e amado! Você vai ter um companheiro mais equilibrado.

Por isso antes de adquirir um novo membro para a sua família, investigue bem a descendência do cachorro (no pedigree diz) para assim ver qual é a expectativa de comportamento do cachorro baseado em sua linhagem e a forma de criação. Pensem que TUDO o que vai acontecer com o seu cachorro, até o comportamento dele vai depender da forma que você educar ele, em outras palavras depende de você educar e tornar melhor o seu cachorrinho!

Nunca esqueça que o seu cachorro é seu espelho, e seu comportamento sempre será, de certa forma, um reflexo seu (Cesar Millan – O encantador de cães).

Eu sei que essa processo de educação pode chegar a ser desafiador e muitas das vezes até estressante pois a maioria das vezes não sabemos como agir a certos comportamentos e educar! Se você tem um filhote saiba que a melhor idade para educar é agora! E para te ajudar com isso o Dr. Fernando Prado da Escola Maná Pet e eu criamos a Escola de filhote aonde você vai aprender a educar, adestrar, corrigir e evitar comportamentos indesejados. Para conhecer a escola e se inscrever é só clicar no botão abaixo:

Não esqueça de seguir nossas redes sociais e assinar o blog para ficar por dentro de todas as dicas e novidades

4 comentários em “O Shih Tzu e a mudança de temperamento, o que fazer?

Deixe uma resposta